Cripto Arena https://www.criptoarena.com.br Notícias sobre o criptomoedas e tokens Wed, 22 May 2019 19:08:45 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=5.0.3 Fundação Ethereum anuncia detalhes sobre investimento de US$ 30 milhões em sua rede https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/fundacao-ethereum-anuncia-detalhes-sobre-investimento-de-us-30-milhoes-em-sua-rede/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/fundacao-ethereum-anuncia-detalhes-sobre-investimento-de-us-30-milhoes-em-sua-rede/#respond Wed, 22 May 2019 19:08:45 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=33550

A Fundação Ethereum anunciou três frentes de trabalho que vão receber o investimento de US$ 30 milhões que foram designados para o desenvolvimento de sua rede no próximo ano. A notícia foi publicada na terça-feira, 21 de maio. As três categorias são: projetos futuros, cujo investimento será de US$ 19 milhões; projetos atuais, com valor […]

O post Fundação Ethereum anuncia detalhes sobre investimento de US$ 30 milhões em sua rede apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

(Foto: Shutterstock)

A Fundação Ethereum anunciou três frentes de trabalho que vão receber o investimento de US$ 30 milhões que foram designados para o desenvolvimento de sua rede no próximo ano. A notícia foi publicada na terça-feira, 21 de maio.

As três categorias são: projetos futuros, cujo investimento será de US$ 19 milhões; projetos atuais, com valor aplicação de US$ 8 milhões; apoio ao desenvolvedor, que vai contar com os outros US$ 3 milhões.

Grande parte do financiamento irá para os projetos do Ethereum 2.0, incluindo equipes de clientes, pesquisa, documentação e comunicação, além de dois projetos como o Plasma.

O Plasma, que foi proposto pela primeira vez por Vitalik Buterin e Joseph Poon em 2017, é uma solução de escalonamento para a rede que emprega contratos inteligentes autônomos.

De acordo com o white paper, a solução permitirá que “a blockchain consiga representar uma quantidade significativa de aplicações financeiras descentralizadas em todo o mundo”.

O investimento havia sido anunciado pela Fundação na conferência ConsenSys em 10 de maio.

Aya Miyaguchi, diretora executiva da Fundação Ethereum, disse que a entidade pretende trazer o envolvimento acadêmico para o Ethereum, atraindo pesquisadores e desenvolvedores de primeira linha para então apoiar equipes acadêmicas e organizações.

Como informado anteriormente pelo Cointelegraph, a Fundação Ethereum anunciou o relançamento de seu site comunitário no final de abril.

O objetivo é criar, junto com a comunidade, uma gama de conteúdos sobre o Ethereum, como documentação e tutoriais para o uso das ferramentas da rede.

*Conteúdo disponibilizado por parceria entre Portal do Bitcoin e Cointelegraph


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

]]>
https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/fundacao-ethereum-anuncia-detalhes-sobre-investimento-de-us-30-milhoes-em-sua-rede/feed/ 0
Ethereum roubado da Cryptopia é movimentado em parte e depositado em exchange https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/ethereum-roubado-da-cryptopia-e-movimentado-em-parte-e-depositado-em-exchange/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/ethereum-roubado-da-cryptopia-e-movimentado-em-parte-e-depositado-em-exchange/#respond Tue, 21 May 2019 20:48:04 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=33486

Uma parte do Ether (ETH) roubado da exchange de criptomoedas neozelandesa hackeada Cryptopia foi movido e depositado em uma outra exchange cripto, de acordo com uma análise da Coinfirm. De acordo com a Coinfirm, 30.790 (mais de US$ 7.778 milhões) do Ether roubado teriam sido movidos para um novo endereço e 10 ETH (mais de US$ 2.500) foram […]

O post Ethereum roubado da Cryptopia é movimentado em parte e depositado em exchange apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

(Foto: Shutterstock)

Uma parte do Ether (ETH) roubado da exchange de criptomoedas neozelandesa hackeada Cryptopia foi movido e depositado em uma outra exchange cripto, de acordo com uma análise da Coinfirm.

De acordo com a Coinfirm, 30.790 (mais de US$ 7.778 milhões) do Ether roubado teriam sido movidos para um novo endereço e 10 ETH (mais de US$ 2.500) foram transferidos para a carteira quente de outra exchange cripto.

Uma conta no Twitter dedicada a reportar grandes transações de exchanges de criptomoedas, a Whale Alert, afirma que 500 do Ether roubado (mais de US$ 125 mil) foram transferidos para a EtherDelta e outros 1.000 para uma carteira desconhecida(mais de US$ 250.000).

A AMLT, plataforma de crowdsourcing de dados da Blockchain, também afirmou que quase todos os outros tokens além do ETH já estavam nas principais exchanges. A notícia vem depois que a Cryptopia nomeou David Ruscoe e Russell Moore da consultoria Grant Thornton New Zealand como liquidatários na semana passada.

Conforme relatado em janeiro, Cryptopia inicialmente havia dito aos usuários que estava passando por manutenção não programada, emitindo diversas atualizações antes de informar oficialmente a invasão. Uma análise da empresa de infraestrutura blockchain Elementus estimou em fevereiro que US$ 16 milhões em Ether e tokens foram roubados durante o ataque – US$ 3,2 milhões dos quais foram posteriormente atribuídos a liquidações em exchanges como Etherdelta, Binance e Bitbox.

*Conteúdo disponibilizado por parceria entre Portal do Bitcoin e Cointelegraph


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

]]>
https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/ethereum-roubado-da-cryptopia-e-movimentado-em-parte-e-depositado-em-exchange/feed/ 0
Apenas 376 pessoas possuem 33% do Ethereum existente, diz relatório da Chainalysis https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/apenas-376-pessoas-possuem-33-do-ethereum-existente-diz-relatorio-da-chainalysis/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/apenas-376-pessoas-possuem-33-do-ethereum-existente-diz-relatorio-da-chainalysis/#respond Thu, 16 May 2019 15:21:48 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=33202

Um terço do Ether (ETH), token da rede Ethereum, do mundo está nas mãos de apenas 376 pessoas, de acordo com pesquisa da Chainalysis publicada em 15 de maio. Apesar de controlarem uma grande porção do Ethereum Classic (ETC) em circulação, o relatório descobriu que essas “baleias” são responsáveis por apenas 7% da ativodade de transação. A […]

O post Apenas 376 pessoas possuem 33% do Ethereum existente, diz relatório da Chainalysis apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

(Foto: Shutterstock)

Um terço do Ether (ETH), token da rede Ethereum, do mundo está nas mãos de apenas 376 pessoas, de acordo com pesquisa da Chainalysis publicada em 15 de maio.

Apesar de controlarem uma grande porção do Ethereum Classic (ETC) em circulação, o relatório descobriu que essas “baleias” são responsáveis por apenas 7% da ativodade de transação.

A Chainalysis concluiu que esses indivíduos não necessariamente têm impacto importante no preço de ETH, mas contribuem para sua volatilidade quando grandes vendas são feitas.

Se comparado a 2016, quando as baleias possuíam 47% do ETH em circulação, a centralização diminuiu.

De acordo com o relatório da equipe, cerca de 60% das baleias mantém seus ativos e não negocia regularmente com exchanges.

A análise de atividade entre 2016 e 2019 também revela que os preços do Ether tendem a seguir os movimentos do Bitcoin (BTC). Os pesquisadores adicionaram:

“Em média, um aumento de preço de 1% do Bitcoin ontem leva a um aumento de 1,1% dos preços de Ether hoje”.

No geral, a empresa de análises blockchain acredita que preocupações sobre o impacto das baleias nos preços de mercado pode ter sido exagerada, mas completou:

“Não podemos ignorar a possibilidade de que as baleias possam impactar as mudanças de preço dentro de um único dia, com base em eventos não esperados.”

No mês passado, uma pesquisa da empresa revelou que pelo o menos 95% dos crimes relacionados a criptomoedas investigados por autoridades envolvem BTC.

A Chainalysis também recentemente expandiu suas ferramentas de monitoramento de transações em tempo real para cobrir 10 criptomoedas em resposta à demanda das agências governamentais.

*Conteúdo disponibilizado por parceria entre Portal do Bitcoin e Cointelegraph


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

]]>
https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/apenas-376-pessoas-possuem-33-do-ethereum-existente-diz-relatorio-da-chainalysis/feed/ 0
Ethereum vai se tornar mil vezes mais escalável em 24 meses, diz Cofundador https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/ethereum-vai-se-tornar-mil-vezes-mais-escalavel-em-24-meses-diz-cofundador/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/ethereum-vai-se-tornar-mil-vezes-mais-escalavel-em-24-meses-diz-cofundador/#respond Wed, 15 May 2019 17:28:27 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=33137

O cofundador do Ethereum (ETH) Joseph Lubin disse que o blockchain do Ethereum vai tornar-se cerca de mil vezes mais escalável em 18 a 24 meses. Lubin deu a declaração em entrevista ao Cointelegraph em 11 de maio. Lubin especificou que o desenvolvimento que vai trazer um aumento drástico de escalabilidade para o ecossistema será […]

O post Ethereum vai se tornar mil vezes mais escalável em 24 meses, diz Cofundador apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

(Foto: Shutterstock)

O cofundador do Ethereum (ETH) Joseph Lubin disse que o blockchain do Ethereum vai tornar-se cerca de mil vezes mais escalável em 18 a 24 meses. Lubin deu a declaração em entrevista ao Cointelegraph em 11 de maio.

Lubin especificou que o desenvolvimento que vai trazer um aumento drástico de escalabilidade para o ecossistema será o Ethereum 2.0, também chamado de Serenity. Ele explicou que o desenvolvimento é dividido em quatro fases e que oito grupos já estão desenvolvendo clientes para a nova cadeia. Lubin também prometeu:

“Em alguns meses, nós devemos ter uma testnet completamente operacional e, possivelmente, também teremos até o fim do ano uma Fase 0 totalmente operacional do Ethereum 2.0.”

Lubin explicou que há muitas formas em que a nova cadeia estará conectada à antiga, notando que os tokens Ether poderão ser movidos para da cadeia antiga para a nova e que “podem haver mecanismos bidirecionais”.

Lubin também falou de suas preocupações com proof-of-stake (PoS), dizendo que pesquisas estão sendo conduzidas para assegurar sua viabilidade antes das equipes começarem a trabalhar em sua implementação. Ele também diz que novos recursos estão sendo adicionados à cadeia para torná-la mais compatível com mais casos de uso, citando transações privadas como um exemplo.

Como o Cointelegraph noticiou, o CEO da empresa de análise cripto Messari previu que a transição do Ethereum 2.0 não vai acontecer até 2021.

*Conteúdo disponibilizado por parceria entre Portal do Bitcoin e Cointelegraph


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

]]>
https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/ethereum-vai-se-tornar-mil-vezes-mais-escalavel-em-24-meses-diz-cofundador/feed/ 0
SEC considerará novo pedido de ETF de Bitcoin e Ethereum https://www.criptoarena.com.br/noticias/bitcoin/sec-considerara-novo-pedido-de-etf-de-bitcoin-e-ethereum/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/bitcoin/sec-considerara-novo-pedido-de-etf-de-bitcoin-e-ethereum/#respond Fri, 10 May 2019 18:20:59 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=32844

O órgão regulador dos Estados Unidos, a Comissão de Valores Imobiliários (Securities and Exchange Commission – SEC), está revisando uma nova solicitação para um fundo negociado em bolsa (ETF) de criptomoedas, segundo documentos divulgados em 9 de maio. O produto foi solicitado pela Crescent Crypto Index Services, uma subsidiária da empresa de benchmarking e índices de investimentos passivos Crescent Crypto Asset […]

O post SEC considerará novo pedido de ETF de Bitcoin e Ethereum apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

(Foto: Shutterstock)

O órgão regulador dos Estados Unidos, a Comissão de Valores Imobiliários (Securities and Exchange Commission – SEC), está revisando uma nova solicitação para um fundo negociado em bolsa (ETF) de criptomoedas, segundo documentos divulgados em 9 de maio.

O produto foi solicitado pela Crescent Crypto Index Services, uma subsidiária da empresa de benchmarking e índices de investimentos passivos Crescent Crypto Asset Management.

Ele incluiria um portfólio de Bitcoin (BTC) e Ether (ETH), e estará ativo na Bolsa de Nova York (NYSE) sob o ticker “XBET”.

“O XBET é um fundo negociado em bolsa. Isso significa que a maioria dos investidores que decide comprar ou vender ações do XBET faz suas ordens de negociação através de suas corretoras e pode incorrer em comissões e taxas de corretagem habituais”, confirma a solicitação, que prossegue:

“As ações da XBET devem ser negociadas na NYSE Arca sob o ticker ‘XBET’ e serão compradas e vendidas durante o dia de negociação a preço de compra e venda, como outros títulos negociados publicamente.”

A SEC ainda não aprovou nenhuma forma de ETF de criptomoeda para o mercado dos EUA.

As preocupações com a conformidade significam que as rejeições ocorreram com frequência desde o primeiro pedido de lançamento do produto, em março de 2017, com atrasos que contribuem para o já lento progresso.

Ao mesmo tempo, os próprios reguladores insinuaram que estão confiantes de que, em algum momento no futuro, um ETF satisfará todos os requisitos necessários, uma visão que encontra eco em figurões da indústria.

*Conteúdo disponibilizado por parceria entre Portal do Bitcoin e Cointelegraph


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

]]>
https://www.criptoarena.com.br/noticias/bitcoin/sec-considerara-novo-pedido-de-etf-de-bitcoin-e-ethereum/feed/ 0
Homem roubou 45.000 Ethereum adivinhando chaves privadas fracas, afirma relatório https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/homem-roubou-45-000-ethereum-adivinhando-chaves-privadas-fracas-afirma-relatorio/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/homem-roubou-45-000-ethereum-adivinhando-chaves-privadas-fracas-afirma-relatorio/#respond Wed, 24 Apr 2019 13:46:43 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=32026

Um homem conseguiu acumular quase 45.000 em Ether (ETH) ao adivinhar chaves privadas fracas, de acordo com um relatório divulgado pela Independent Security Evaluators em 23 de abril. Adrian Bednarek, analista sênior de segurança, disse que descobriu o sofisticado hacker por acidente. Embora a adivinhação de uma chave privada deveria ser uma improbabilidade estatística, ele conseguiu descobrir 732 chaves privadas em […]

O post Homem roubou 45.000 Ethereum adivinhando chaves privadas fracas, afirma relatório apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

(Foto: Shutterstock)

Um homem conseguiu acumular quase 45.000 em Ether (ETH) ao adivinhar chaves privadas fracas, de acordo com um relatório divulgado pela Independent Security Evaluators em 23 de abril.

Adrian Bednarek, analista sênior de segurança, disse que descobriu o sofisticado hacker por acidente. Embora a adivinhação de uma chave privada deveria ser uma improbabilidade estatística, ele conseguiu descobrir 732 chaves privadas em sua pesquisa – dando a ele a capacidade de concluir transações como se ele fosse o correntista.

O relatório observa que, em vez de usar uma pesquisa de força bruta para chaves privadas aleatórias, ela usava uma combinação de busca por código defeituoso e geradores de números aleatórios defeituosos.

Bednarek então percebeu como algumas das carteiras associadas com as chaves privadas encontradas com seus métodos abaixo do ideal tinham grandes volumes de transações indo para um único endereço, sem retorno de dinheiro. Bednarek disse:

“Havia um cara que tinha um endereço que estava circulando e tirando dinheiro de algumas das chaves que tínhamos acesso. Encontramos 735 chaves privadas, ele recebeu dinheiro de 12 dessas chaves que também tivemos acesso. É estatisticamente improvável que ele adivinhasse essas chaves por acaso, então ele provavelmente estava fazendo a mesma coisa […] ele basicamente estava roubando fundos assim que chegavam às carteiras das pessoas.”

No auge do valor do Ether, estima-se que o bandido teria faturado mais de US$ 50 milhões. No momento desta publicacão, os fundos eram avaliados em aproximadamente US$ 7,8 milhões.

De acordo com Bednarek, as chaves privadas podem ter sido vulneráveis ​​devido a erros de codificação no software responsável por gerá-las. Outra teoria é que os proprietários das criptomoedas que obtêm chaves privadas através de códigos de acesso estão gerando identificadores idênticos usando entradas fracas, como “abc123”, ou até mesmo deixando suas senhas em branco.

Embora a identidade do bandido blockchain seja desconhecida, Bednarek sugeriu que um ator estatal como a Coreia do Norte poderia estar por trás dos roubos. Em março, um relatório do Conselho de Segurança da ONU afirmou que o Estado isolado havia acumulado US$ 670 milhões em moeda fiduciária e criptomoedas por meio de hackers, enquanto tentava contornar as sanções econômicas.


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

]]>
https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/homem-roubou-45-000-ethereum-adivinhando-chaves-privadas-fracas-afirma-relatorio/feed/ 0
Empresa lança campanha de doação em Bitcoin e Ethereum para reconstrução de Notre-Dame https://www.criptoarena.com.br/noticias/bitcoin/empresa-lanca-campanha-de-doacao-em-bitcoin-e-ethereum-para-reconstrucao-de-notre-dame/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/bitcoin/empresa-lanca-campanha-de-doacao-em-bitcoin-e-ethereum-para-reconstrucao-de-notre-dame/#respond Wed, 17 Apr 2019 13:21:35 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=31667

O BlockShow, um evento internacional de blockchain desenvolvido pelo Cointelegraph, iniciou uma campanha para arrecadar criptomoedas para a reconstrução da catedral de Notre Dame. A notícia foi anunciada na conta oficial do Twitter do BlockShow em 16 de abril. No tweet, a equipe por trás do BlockShow revelou que iniciou uma campanha de arrecadação de fundos para a reconstrução de […]

O post Empresa lança campanha de doação em Bitcoin e Ethereum para reconstrução de Notre-Dame apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

(Foto: Shutterstock)

O BlockShow, um evento internacional de blockchain desenvolvido pelo Cointelegraph, iniciou uma campanha para arrecadar criptomoedas para a reconstrução da catedral de Notre Dame. A notícia foi anunciada na conta oficial do Twitter do BlockShow em 16 de abril.

No tweet, a equipe por trás do BlockShow revelou que iniciou uma campanha de arrecadação de fundos para a reconstrução de Notre Dame após o incêndio devastador que engoliu a catedral na segunda feira (15).

A equipe do BlockShow postou dois endereços de wallet digital onde todos os interessados ​​podem transferir doações em Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH), e ainda postaram um link para a Foundations Du Patrimoine, que está levantando doações em moedas fiduciárias.

A National Public Radio (NPR) informou sobre várias outras campanhas internacionais levantando fundos para a reconstrução da catedral, incluindo o GoFundMe e o La Fondation Avenir du Patrimoine em Paris. Segundo a NPR, centenas de milhões de dólares já foram contribuídos por alguns dos nomes mais ricos da França, incluindo a família Bettencourt Meyers, Bernard Arnault e François Pinault.

Notícias sobre o incêndio de Notre Dame chamaram a atenção de dezenas de pessoas mais proeminentes do mundo. O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama twittou:

“Notre Dame é um dos grandes tesouros do mundo e estamos pensando no povo da França em seu momento de luto. É da nossa natureza lamentar quando vemos a história perdida – mas também é da nossa natureza reconstruir para um amanhã, tão forte quanto pudermos.”

O Presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, afirmou:

“Eu gostaria de dizer palavras de conforto e solidariedade para a nação francesa, também como cidadão de Gdańsk, 90% foi destruído e queimado, depois reconstruído. Você também vai reconstruir sua catedral! De Estrasburgo, capital francesa da UE, convoco todos os 28 Estados a participarem desta tarefa”.

Criptomoedas e blockchain têm entrado gradualmente no setor de caridade, supostamente proporcionando mais transparência e confiança à indústria. Recentemente, o processador de pagamento cripto dos EUA BitPay e a organização sem fins lucrativos e de caridade que opera a Wikipedia, a Wikimedia Foundation, se uniram para aceitar doações de criptos.

Em dezembro passado, uma startup sediada em Dublin apelidada de AID:Tech uniu-se à Cruz Vermelha Irlandesa para usar a tecnologia blockchain em um novo aplicativo que aumenta a transparência para doações de caridade.


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

]]>
https://www.criptoarena.com.br/noticias/bitcoin/empresa-lanca-campanha-de-doacao-em-bitcoin-e-ethereum-para-reconstrucao-de-notre-dame/feed/ 0
Desenvolvedores do Ethereum consideram hard forks menores e mais frequentes https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/desenvolvedores-do-ethereum-consideram-hard-forks-menores-e-mais-frequentes/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/desenvolvedores-do-ethereum-consideram-hard-forks-menores-e-mais-frequentes/#respond Sun, 14 Apr 2019 19:38:36 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=31499

Os principais desenvolvedores do Ethereum (ETH) estão considerando implementar hard forks menores e mais frequentes, de acordo com um encontro quinzenal realizado em 12 de abril. A questão do tempo entre os hard forks — ou atualizações da rede — foi trazida pelo moderador do encontro, Tim Beiko, que citou como um tópico recorrente de debate. Outro desenvolvedor então começou a […]

O post Desenvolvedores do Ethereum consideram hard forks menores e mais frequentes apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

Hard fork do Ethereum: tudo o que você precisa saber
(Foto: Shutterstock)

Os principais desenvolvedores do Ethereum (ETH) estão considerando implementar hard forks menores e mais frequentes, de acordo com um encontro quinzenal realizado em 12 de abril.

A questão do tempo entre os hard forks — ou atualizações da rede — foi trazida pelo moderador do encontro, Tim Beiko, que citou como um tópico recorrente de debate. Outro desenvolvedor então começou a debater citando a posição do desenvolvedor Alexey Akhunov a favor de períodos menores entre forks.

Para “medir a temperatura” da posição dos desenvolvedores sobre o tempo do hard fork, o desenvolvedor perguntou na chamada se alguém estava “aberto a hard forks curtos de três meses”. As primeiras três respostas à pergunta foram negativas ou hesitantes, com Joseph Delong considerando três meses “muito rápidos […] para uma reviravolta”.

Outro desenvolvedor, Martin Holst Swende, então colocou sua posição, dizendo:

“Desde que não estivermos amarrados a grandes hard forks a cada três meses. Então, mais como janelas de oportunidades, quando as coisas terminarem.”

Outro desenvolvedor então apontou que a equipe ainda tinha que completar um hard fork em seis meses, sugerindo que “há algumas coisas que teremos de automatizar para poder fazer isso bem”.

Os desenvolvedores também disseram que o assunto teria sido discutido em um fórum de desenvolvedores do Ethereum, Ethereum Magicians. Na discussão inicial, datada de 15 de março, Beiko levantou os prós e contras de hard forks menores e mais frequentes, notando que a equipe falou sobre o assunto em uma dev call no mesmo dia.

Alguns argumentos a favor incluem dizer que a iniciativa poderia trazer atualizações de protocolo mais frequentes e permitir que a equipe isole as mudanças melhor e diminua o tempo de implantação de atualizações que requerem forks múltiplos. Além disso, o processo de testes seria notadamente mais fácil já que haveria menos testes e interações de EIP para serem feitos.

Ainda assim, argumentos para hard forks maiores e menos frequentes também foram levantadas, como o fato de que elas deixam um tempo maior para a avaliação de segurança. Hard forks menos frequentes requerem atualizações de client menos frequentes e coordenação de usuários. No caso de hard forks frequentes, um bug em uma fork poderia trazer riscos de atrasos no fork seguinte.

Como o Cointelegraph noticiou no começo da semana, um relatório publicado pelo site de análise de aplicações descentralizadas (DApp) DApp.com revelou que a Tron (TRX) tem o mais rápido crescimento de base de usuários DApp enquanto a base de usuários de DApp do Ethereum está diminuindo.

Também nesta semana, Charles Hoskinson, co-fundador da Ethereum e da IOHK, empresa por trás da Cardano (ADA), criticou a abordagem doo Ethereum e Eos (EOS) para desenvolvimento.


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

]]>
https://www.criptoarena.com.br/noticias/ethereum/desenvolvedores-do-ethereum-consideram-hard-forks-menores-e-mais-frequentes/feed/ 0
Vitalik Buterin vendeu US$ 40 milhões em Ethereum durante última alta https://www.criptoarena.com.br/noticias/vitalik-buterin-vendeu-us-40-milhoes-em-ethereum-durante-ultima-alta/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/vitalik-buterin-vendeu-us-40-milhoes-em-ethereum-durante-ultima-alta/#respond Sat, 23 Mar 2019 19:20:45 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=30178

Vitalik Buterin supostamente resgatou US$ 40 milhões em ETH durante o período de maior alta da criptomoeda, revelou na última terça-feira (19) no Twitter, Alex Sunnarborg, sócio-fundador do Tetras Capital. A empresa de Sunnarborg é um fundo hedge de criptomoedas com sede em Nova York (EUA) que administra US$ 30 milhões em ativos. Ao investigar […]

O post Vitalik Buterin vendeu US$ 40 milhões em Ethereum durante última alta apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

Vitalik Buterin vendeu US$ 40 milhões em Ethereum durante última alta
Fundador do Ethereum (Foto: TechCrunch/Flickr)

Vitalik Buterin supostamente resgatou US$ 40 milhões em ETH durante o período de maior alta da criptomoeda, revelou na última terça-feira (19) no Twitter, Alex Sunnarborg, sócio-fundador do Tetras Capital.

A empresa de Sunnarborg é um fundo hedge de criptomoedas com sede em Nova York (EUA) que administra US$ 30 milhões em ativos.

Ao investigar os dados históricos do fundador e líder do Ethereum, Sunnarborg revelou que Buterin já converteu 544.998 ETH em fiat desde 2015.

Segundo ele, o criador do Ethereum atualmente detém 350.000 ETH, o 24º maior detentor de fundos da rede Ethereum.  

O montante equivale a quase US$ 49 milhões, do qual os US$ 40 milhões citados foram movimentados entre junho de 2017 e fevereiro de 2018, revelou Sunnarborg em uma série de seis tuítes.

De acordo com os dados, o saldo atual revelado através do endereço principal de Buterin é de US$ 50 milhões. No entanto, seu patrimônio líquido alcançou US$ 500 milhões quando o preço do Ethereum ultrapassou a casa dos US$ 1.300 em dezembro de 2017.

Incomodado, Vitalik Buterin entrou na conversa e disse:

“Meus fundos em fiat estão bem abaixo dos US$ 30 milhões. Você provavelmente superestimou. Eu nunca converti perto dos US$ 915. E você omitiu cerca de US$ 8 milhões em doações”.

O usuário do microblog ‘JohnMonarch’, questionou Sunnarborg. Ele perguntou se era mesmo necessário ficar divulgando as contas pessoais de Buterin, ao que ele respondeu:

“Na minha opinião é extremamente interessante por se tratar do fundador top 25 em ETH, titular, mais influente, desenvolvedor, etc – Toda a análise histórica que você pode fazer a partir de 1 endereço é testamento do quão legais e poderosos são os blockchains”.

Recentemente, Buterin contou como estava seu portfólio de criptomoedas.

Dividido em dois grupos, Buterin detalhou que 10% do seu portfólio são mantidos em Bitcoin (BTC), Bitcoin Cash (BCH), Zcash (ZEC) e Doge.

Outros 10%, ele preferiu investir em criptomoedas menos conhecidas: Maker (MKR), OmiseGo (OMG), Augur (REP) e KNC.

Desta forma, Buterin revela que 80% do seu portfólio está em Ethereum, mas até hoje ele não revelou o valor. No entanto, afrontando críticas ele já revelou possuir apenas 0,9% da Fundação, que detém cerca de 600 mil ETH.

Na ocasião, Buterin também adicionou outras informações. Ele disse ser acionista de duas startups: Clearmatics, que está desenvolvendo soluções para os mercados de balcão (over-the-counter, OTC na sigla em inglês), e Starkware.

Disse, ainda, que também tem interesse em outros projetos, como o da L4, por exemplo, que está construindo a Web 3.0, uma web descentralizada que remove intermediários e incentiva os usuários a contribuir.

]]> https://www.criptoarena.com.br/noticias/vitalik-buterin-vendeu-us-40-milhoes-em-ethereum-durante-ultima-alta/feed/ 0 Como será a carteira de criptomoedas do Samsung Galaxy S10; veja fotos vazadas https://www.criptoarena.com.br/noticias/como-sera-a-carteira-de-criptomoedas-do-samsung-galaxy-s10-veja-fotos-vazadas/ https://www.criptoarena.com.br/noticias/como-sera-a-carteira-de-criptomoedas-do-samsung-galaxy-s10-veja-fotos-vazadas/#respond Wed, 13 Mar 2019 13:46:48 +0000 https://portaldobitcoin.com/?p=29638

A Samsung anunciou quatro parceiros que vão oferecer suporte para a Samsung Blockchain Wallet, uma carteira descentralizada com suporte para criptomoedas que será integrada com seu novo smartphone, o Galaxy S10. O novo aparelho já está sendo enviado desde o dia 08 de março para quem o comprou no período de pré-venda. De acordo com […]

O post Como será a carteira de criptomoedas do Samsung Galaxy S10; veja fotos vazadas apareceu primeiro em Portal do Bitcoin.

]]>

(Foto: Reuters/Henry Nicholls)

A Samsung anunciou quatro parceiros que vão oferecer suporte para a Samsung Blockchain Wallet, uma carteira descentralizada com suporte para criptomoedas que será integrada com seu novo smartphone, o Galaxy S10.

O novo aparelho já está sendo enviado desde o dia 08 de março para quem o comprou no período de pré-venda. De acordo com um relatório da Coindesk Korea, são quatro os aplicativos descentralizados (DApp) que fazem parte do dispositivo. São eles:

Enjin, uma plataforma de jogos baseadas em criptomoedas, detentora do token ENJ; Cosmee, um dapp específico para conteúdos sobre beleza e  cosméticos cujo token é o COSM; CryptoKitties, uma plataforma de colecionáveis que usa o ETH; CoinDuck, um serviço descentralizado para pagamentos com criptomoedas.

Segundo a reportagem, os aplicativos só poderão ser baixados em celulares Galaxy S10 e apenas por meio da Samsung Galaxy Store.

A empresa disse que planeja expandir o serviço para mais dispositivos e também para mais criptomoedas no futuro, visto que o novo sistema opera somente com tokens ERC-20, da blockchain do ethereum. Até o momento, a carteira não tem suporte para o Bitcoin.

No S10, a Samsung Blockchain Wallet será usada em conjunto com a ‘Samsung Blockchain Keystore’ para armazenar chaves privadas para aplicações blockchain.

O aplicativo foi projetado para simplificar o processo de transações para os recém-chegados à tecnologia das criptomoedas.

Veja abaixo fotos vazadas que estão circulando nas redes:

Samsung Pay ainda é rumor

Ainda há rumores de que o serviço de pagamentos móveis Samsung Pay poderia integrar também aceitar criptomoedas. Isto atingiria 10 milhões de pessoas e poderia alavancar o criptomercado.

Segundo uma publicação da CCN no sábado (09), fontes anônimas confirmaram o envolvimento entre as partes.

Se isso vier a ser confirmado, a parceria pode ser crucial para a uma adoção maior das criptomoedas.

“A chegada dos novos telefones da Samsung pode começar a popularização do sistema de carteira de criptomoedas na Coreia”, disse, na ocasião, um executivo do setor à reportagem.

A intenção é entrar agressivamente o mercado global de serviços financeiros.

Se nesta fase de desenvolvimento uma carteira de criptomoedas é adicionada ao serviço, o aplicativo praticamente se torna uma plataforma financeira completa, uma fintech.

O Samsung Pay, então, mostraria para seus concorrentes Apple Pay e KakaoPay que está totalmente focado em inovações tecnológicas, inclusive se fortalecendo para ser também um dos gigantes na criptoeconomia.


]]>
https://www.criptoarena.com.br/noticias/como-sera-a-carteira-de-criptomoedas-do-samsung-galaxy-s10-veja-fotos-vazadas/feed/ 0