17 outubro 2019

Ethereum sobe 30% em setembro e volta a valorizar em relação ao Bitcoin

(Foto: Shutterstock)

O Ethereum (ETH) subiu 10% nas últimas horas e acumula valorização superior a 30% desde o início do mês, registrando US$ 220 às 17:30 (horário de Brasília) nesta quinta-feira (19).

A cotação em BTC também disparou, chegando a 0,0219 BTC, maior valor desde julho.

O momento do ETH agora é de início de uma possível recuperação maior. A criptomoeda teve seu pico registrado no início de 2018, quando chegou a ser negociada acima dos US$ 1.400. No Final do ano passado ela atingiu a mínima anual de US$ 87, uma queda que chegou a 94%.

Recentemente o BitPay, um dos maiores processadores de pagamento com Bitcoin, iniciou o suporte também em Ethereum, aumentando a quantidade de comerciantes que aceitam a moeda.

Rede em pleno funcionamento

A rede Ethereum nunca esteve com tanta demanda. O uso diário de gas (taxa necessária para realizar uma transação) alcançou a máxima histórica de quase 52 bilhões de unidades. No entanto, as taxas ainda estão baixas.

Depois disso, as mineradoras aumentaram o limite de gas do bloco de 8 milhões para quase 9,4 milhões, com uma meta de 10 milhões.

A alta demanda, no entanto, é representada em 57% apenas por um único contrato inteligente de uma pirâmide financeira asiática chamada FairWin.

Segundo dados da Messari, US$ 207.000 foram pagos no total pelo uso da rede ethereum nas últimas 24 horas. Enquanto para o bitcoin foram pagos apenas US$ 180.000.

A mediana de taxa paga por transação no Ethereum foi de US$ 0,16, enquanto para o bitcoin foi de US$ 0,20.

Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

Sobre o Autor

Posts relacionados

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *