18 dezembro 2018

EUA: Coinbase vai poder custodiar bitcoin, bitcoin cash, ethereum, litecoin e ripple

(Foto: Shutterstock)

O Departamento de Serviços Financeiros de Nova York (NYDFS) aprovou a criação de uma nova subsidiária da Coinbase, uma das maiores bolsas de criptomoedas do mundo.

De acordo com a autorização publicada na terça-feira (23), a Coinbase Custody Trust Company LLC também foi autorizada a criar a Coinbase Trust, que vai oferecer serviço de custódia para bitcoin, bitcoin cash, ethereum, ethereum classic, litecoin e ripple.

“A Superintendente de Serviços Financeiros, Maria T. Vullo, anunciou hoje que o NYDFS aprovou o pedido da Coinbase Custody Trust Company LLC, uma subsidiária integral da Coinbase Global”, diz a nota.

Vullo, que está no cargo há dois anos, onde uma de suas funções é de  proteger consumidores e mercados contra fraudes, disse que Nova York continua a ser líder na promoção e regulamentação de serviços financeiros que promova a inovação.

“A aprovação de hoje demonstra que o sistema regulatório estadual é o melhor espaço para supervisionar de maneira responsável a crescente indústria de tecnologia de ponta dentro de uma estrutura sólida e compatível”, disse Vullo, acrescentando que tudo sempre estará sob forte supervisão.

Asiff Hirji, presidente e diretor de operações da Coinbase, disse, segundo o comunicado, que a aprovação se deu pelo fato de a empresa ter um sucesso incomparável como custodiante de criptomoedas e que agora eles estarão nos mesmos padrões de outras instituições financeiras tradicionais que operam em Nova York.

“O NYDFS tem sido um forte defensor com seu apoio ao crescimento responsável do setor de criptomoedas”, ressaltou Hirji.

O surgimento do token da Ripple na lista de criptomoedas a serem custodiadas, chamou atenção, disse a Coindesk. Isso porque atualmente a Coinbase não oferece a XRP em nenhuma de suas plataformas de negociação.

Custódia de Bitcoin em alta

A aprovação do serviço de custódia da Coinbase surge quando várias outras startups de criptomoedas obtêm aprovação regulatória para oferecer serviços de custódia, incluindo BitGo, Northern Trust e Prime Trust, entre outros, segundo a Coindesk.

Na semana passada, os site também reportou sobre a Fidelity Investments que anunciou que lançaria um serviço de custódia de criptomoedas para suas 13.000 empresas de consultoria e corretores institucionais.

Em maio, a gigante do setor bancário japonês, Nomura Holdings, fez uma parceria com a fornecedora francesa de carteiras de criptomoedas Ledger e com a Global Advisors, que gerencia investimentos em bitcoin.

O plano é construir a Komainu, uma empresa de custódia.

O Citigroup também anunciou seus planos para entrar no ramo, enquanto há rumores de que a Goldman Sachs está considerando lançar seu próprio serviço de custódia.

Isso sem contar com a chinesa Xapo, que é atualmente a maior fornecedora de custódia de criptomoedas, conforme o Portal do Bitcoin reportou em maio deste ano.

Na ocasião, a empresa mantinha cerca de US$ 10 bilhões em bitcoin de empresas, investidores e escritórios em cinco continentes.


Sobre o Autor

Posts relacionados

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *