17 outubro 2019

Imobiliária do Rio Grande do Sul permite pagar aluguel com Bitcoin e Ethereum

Imobiliária do Rio Grande do Sul permite pagar aluguel com Bitcoin e Ethereum
Imobiliária caxiense Prolar buscou inovação (Foto: Shutterstock)

Uma imobiliária de Caxias do Sul passou a aceitar criptomoedas a partir deste mês. Com três escritórios no Rio Grande do Sul, a Prolar passa a ser pioneira no recebimento de aluguéis e condomínios em Bitcoin (BTC), Ethereum (ETH), Binance Coin (BNB) e Pundi X (NPXS).

O sistema implantado, Pundi, foi desenvolvido pela startup Expert 360. A maquininha já vem com a tecnologia de pagamento por aproximação e a empresa também fornece um cartão e um aplicativo para uso em operações via QR COde.

De acordo com a Prolar, o sistema é simples e similar a operações realizadas com cartões de débito e crédito tradicionais. Não há exigência de valor mínimo para as operações e também vale para compra de imóveis.

Daniel Jardim, sócio da Expert 360, disse que a principal vantagem é a transferência do valor de forma instantânea da carteira digital do cliente para a carteira da Prolar.

“Além disso, não existe nenhuma taxa para o cliente e a Prolar pode transformar o valor em Real quando solicita o saque”, explicou.

“A iniciativa foi minha e estava nos planos da empresa pra esse ano, como parte do processo de transformação digital pelo qual estamos passando”, disse.

O empresário também contou como foi o processo de implantação do novo sistema:

“Demorou cerca de 30 dias. Foi feito treinamento e tivemos também um período de testes com a equipe da imobiliária”.

Gonçalves acredita que a empresa está seguindo a tendência da nova economia e de novos modelos de negócio que facilitam a vida de clientes que desejam realizar o pagamento com criptomoeda.

“Minha expectativa é que as pessoas venham conhecer, compreender e utilizar esse benefício. Que as pessoas compreendam que é seguro e fácil”.

Fernando Gonçalves, CEO da Prolar (Foto: Divulgação)

Segundo o diretor, o setor imobiliário precisa estar conectado com a nova economia e esses novos modelos de transações. “Certamente outras empresas em breve vão aderir”, prevê Gonçalves.

“Nos sentimos felizes por sermos os pioneiros, gerarmos uma disrupção e contribuirmos pra que as pessoas tenham mais facilidade e comodidade, uma experiência transformadora”.


Receba nossa Newsletter

Quer receber as principais notícias e análises? Coloque seu e-mail abaixo!

Sobre o Autor

Posts relacionados

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *