23 maio 2019

Usuário paga R$ 1,6 milhão em taxas ao fazer quatro transações de Ethereum

(Foto: Shutterstock)

Quatro transações que tiveram um total movimentado de aproximadamente R$ 70 – aproximadamente 0,15 ETH – foram realizadas com uma taxa de R$ 1,6 milhão.

Na primeira transação das quatro, o usuário enviou 0,01 ETH (R$ 5,43) e pagou uma taxa de transação de 210 ETH (aproximadamente R$ 114.000).

A segunda e a terceira tiveram 420 ETH pagos pela transferência de apenas 0,02 ETH, equivalentes a R$ 10,87, enquanto a quarta transação teve uma taxa de 2100 ETH (R$ 1.140.000) paga pelo envio de apenas R$ 54,35 ou 0,1 ETH.

Quarta transação onde foi pago 2.100 ETH de taxa

Não se tem informação sobre o que pode ter acontecido para alguém ter enviado uma taxa tão alta e nem quem possa ser o dono dessa carteira.

De acordo com o Cryptopotato, dada a progressão entre as taxas de transação e os tempos dentro da transação, o melhor palpite é que poderia ser um desenvolvedor do Ethereum que não realizou o teste adequado dos códigos de aplicativo descentralizados antes de permitir a interação com a Mainnet.

Outro caso parecido

Em 2017, no Bitcoin, um usuário fez uma transação onde pagou uma taxa de 80 BTC.

O dono dessa transação era a Cubits, uma plataforma para a compra e venda de bitcoins. A Cubits fez um post em seu blog explicando como o erro ocorreu.

Após comprovarem ser o dono dos bitcoins, a BTC.com, responsável pela mineração do bloco onde continha a taxa, devolveu à empresa os 80 BTCs.


Sobre o Autor

Posts relacionados

Deixar um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *